Lala Laiá convida: Gian Correa & Henrique Araújo

O 2º EPISÓDIO DE LALA LAIÁ É UMA HOMENAGEM ao imortal Nelson Cavaquinho, criador de um repertório riquíssimo, repleto de melodias e letras tristes, mas que, paradoxalmente, alegram rodas de samba por todo Brasil.

Pra celebrar a obra do garrincha da música brasileira, nada mais justo do que trazer pra roda dois grandes músicos que representam a nova geração de sambistas e chorões de São Paulo. Gian Correa (violão 7 cordas) e Henrique Araújo (cavaco) fazem parte dessa molecada nova porém calejada, que mergulha na tradição sem ignorar o tempo presente.

Os dois tocam juntos em diferentes grupos há anos, o que fez com que a afinidade na vida e na música se transformasse em um entrosamento harmônico, rítmico e melódico gigante, de impressionar qualquer pessoa que tenha o privilégio de escutar a dupla ao vivo.

O Grupo Aeromosca, do qual os dois fazem parte, recebe a dupla Zé da Velha & Silvério Pontes. O trombonista Zé da Velha - apelido ganho ainda muito jovem por ter tocado com a turma da velha guarda do choro e do samba como Pixinguinha, Donga e João da Baiana – e o trompetista Silvério Pontes atuam juntos há 25 anos e ganharam o apelido de ‘a menor big band do mundo’.

GIAN CORREA É VIOLONISTA DE 7 CORDAS, COMPOSITOR, ARRANJADOR E PRODUTOR MUSICAL. Começou a tocar cavaquinho aos 7 anos e aos 15 migrou para o violão de 7 cordas, que se tornou seu instrumento principal. É professor de violão e prática de choro na Escola do Auditório Ibirapuera. Além de  atuar no cenário musical paulistano com os grupos "Chorando as Pitangas", “Panorama do Choro”, "Ó do Borogodó", “Cadeira de Balanço”, “Alexandre Ribeiro Quarteto” e as cantoras Dona Inah, Juliana Amaral, Verônica Ferriani e Fabiana Cozza.

No Instrumental SESC Brasil, Henrique e Gian com o grupo Panorama do Choro Paulistano Contemporâneo em  ‘Lá pelas 9’ de João Poleto.

EM 2013 LANÇOU SEU PRIMEIRO ÁLBUM SOLO, o 'Mistura 7', que traz o 7 cordas acompanhado exclusivamente por um quarteto de saxofones e pandeiro com composições e arranjos ousados que leva ao choro influências do jazz e da música erudita. Neste mesmo ano produziu também o disco do grupo Aeromosca - quarteto de choro que busca novas formas de composição e execução - com as participações especiais de Yamandu Costa e Armandinho Macêdo. 

Gian Correa no lançamento do CD ‘Mistura 7’ em agosto de 2013 no Auditório do Ibirapuera. Em 2015, ele prepara seu segundo CD solo, o ‘Remistura 7’.

JÁ SE APRESENTOU EM SHOWS E FEZ GRAVAÇÕES AO LADO de músicos e artistas, como Alessandro Penezzi, Izaias Bueno de Almeida, Danilo Brito, Zé da Velha e Silvério Pontes, Altamiro Carrilho, Toninho Ferragutti, Ricardo Hertz, Toninho Carrasqueira, Luizinho 7 cordas, Zeca Baleiro, Monarco da Portela, Nelson Sargento, Nelson Ayres, Quinteto em Branco e Preto, Thiago França, Osvaldinho da Cuíca, Germano Mathias, Fabiana Cozza, Adriana Moreira e Verônica Ferriani.

Gian interpreta ‘Assanhado’ de Jacob do Bandolim no projeto do instrumentista Fábio Peron.

HENRIQUE ARAÚJO, POR SUA VEZ, É REFERÊNCIA do cavaquinho e do bandolim. Como o próprio Léo Rodrigues, percussionista com quem atua no grupo Cadeira de Balançodefiniu uma vez ironicamente: ele ‘é o balanço, nós somos a cadeira’. Uma mão direita certeira e matadora.

Henrique Araújo e Regional Imperial em Homenagem a Jackson do Pandeiro / Homenagem a Chiquinho, de Dominguinhos.

JÁ PARTICIPOU DE DIVERSOS CONCERTOS E GRAVAÇÕES ao lado de artistas populares e eruditos como Dominguinhos, Yamandú Costa, Osvaldinho do Acordeon, Elza Soares, Zizi Possi, Wilson das Neves, Zeca Baleiro e os maestros Laércio de Freitas e Roberto Sion. 

Rolando Boldrin recebe Alexandre Ribeiro Quarteto, que interpreta a música "Dominguinhos no parque" de Toninho Ferragutti, ao lado de Gian Correa, Henrique Araújo e Léo Rodrigues.

ATUALMENTE INTEGRA OS GRUPOS Panorama do Choro Paulistano Contemporâneo, Cadeira de Balanço, Batuqueiros e sua Gente, Alexandre Ribeiro Quarteto e Aeromosca, além de acompanhar a cantora Fabiana Cozza. Também se dedica a seu trabalho solo sobre as composições instrumentais de Dominguinhos.

Henrique na gravação do DVD Canto Sagrado da cantora Fabiana Cozza em "Feira de Mangaio", de Glorinha Gadelha e Sivuca, imortal na voz de Clara Nunes.

TÁ LOUCO, HEIN? Suingue, sensibilidade, técnica, musicalidade e, acima de tudo, uma alegria enorme pelo que fazem. Se você ficou tão fã desses cabras quanto eu sou, se liga aí na próxima quarta, 02/09, pois a dupla vai dar todo o ar de sua graça no 2º episódio de Lala Laiá. Fica vai ter samba! :P